Operação Fake Wood

PF age para desarticular esquema de fraude ao Sistema Oficial de Controle de madeiras

Madeireiras envolvidas com a cadeia de extração ilegal de árvores na Amazônia entraram nesta quinta-feira (25) na mira da Polícia Federal. No total, quatro mandados de busca e apreensão estavam sendo cumpridos em Vista Alegre do Abunã (RO).

As investigações são sobre pessoas físicas e madeireiras envolvidas em fraudes ao Sistema Oficial de Controle de madeiras. A PF batizou a operação de Fake Wood, segundo o Diário da Amazônia.

Segundo o G1, os criminosos possuem empresas fictícias e usam transações de compra e venda de madeira para esquentar a matéria-prima obtida de forma ilegal de dentro da floresta.

A Justiça Federal determinou o sequestro e o bloqueio de bens dos investigados, sendo R$ 15.802.668,25, apontado por peritos federais, como representativo do dano causado.


Este conteúdo pode ser republicado livremente em versão online ou impressa. Por favor, mencione a origem do material. Alertamos, no entanto, que muitas das matérias por nós comentadas têm republicação restrita.

Aqui você encontra notícias e informações sobre estudos e pesquisas relacionados à questão do desmatamento. O conteúdo é produzido pela equipe do Instituto ClimaInfo especialmente para o PlenaMata.

Se você gostou dessa nota, clique aqui e assine a Newsletter PlenaMata para receber o boletim completo diário em seu e-mail.