Mourão se contradiz sobre Fundo Amazônia

Um dia após afirmar que Brasil poderia criar fundo próprio para não depender de recursos estrangeiros, vice-presidente fala que retomou diálogo com europeus

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) voltou a falar sobre a Amazônia. Em audiência pública na Comissão de Relações Exteriores da Câmara, ele disse que o Brasil retornou o diálogo com países europeus sobre o Fundo Amazônia, como relata o Poder 360. A informação contradiz o que o vice-presidente disse ainda ontem, quando afirmou que Noruega e Alemanha têm o domínio sobre o Fundo, que podem se opor a mudanças e que o Brasil precisa encontrar soluções próprias. A declaração foi noticiada por Reuters e Folha de S. Paulo.

Outra informação contraditória da fala de Mourão nesta 4ª feira foi a declaração de que houve desaceleração do desmatamento. “Como você fala em desaceleração do desmatamento se o desmatamento desse ano foi maior do que ano passado? O que eu quero dizer é o seguinte: se nós não tivéssemos agindo, seria muito pior”, disse o vice-presidente.


Este conteúdo pode ser republicado livremente em versão online ou impressa. Por favor, mencione a origem do material. Alertamos, no entanto, que muitas das matérias por nós comentadas têm republicação restrita.

Aqui você encontra notícias e informações sobre estudos e pesquisas relacionados à questão do desmatamento. O conteúdo é produzido pela equipe do Instituto ClimaInfo especialmente para o PlenaMata.

Se você gostou dessa nota, clique aqui e assine a Newsletter PlenaMata para receber o boletim completo diário em seu e-mail.