Um plano para a COP26

Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura apresenta documento com recomendações para a Conferência de Glasgow

Ter metas ambiciosas de corte de emissões de gases-estufa, o que significa promover a manutenção da cobertura vegetal nativa da Amazônia e do Cerrado, e incentivar a bioeconomia – o que gera renda para as populações tradicionais e mantém a floresta em pé – está na base de um plano recém-concluído pela Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, segundo informa o Valor.

Durante dois meses, recomendações de 300 empresas, entidades do agronegócio e da sociedade civil, do setor financeiro e da Academia foram discutidas e incorporadas. A intenção do texto, organizado em 30 páginas, é oferecer ao governo brasileiro subsídios técnicos para as negociações da COP26, em Glasgow, no mês que vem. As metas mais ambiciosas, segundo o grupo, devem ser assumidas no curto (2025), médio (2030) e longo prazos (2050).

A regulação dos mercados de carbono, um dos assuntos polêmicos e fundamentais da próxima Conferência do Clima, também é considerada vital pela Coalizão. O consenso entre as várias entidades que participaram da construção das recomendações é que um mercado de carbono desregulado será prejudicial aos negócios, assim como o aumento dos impactos das mudanças climáticas globais, que já são sentidos pelo setor.

A CNN também falou do assunto. A nota de divulgação da Coalizão Brasil, Clima Florestas e Agricultura e o relatório estão neste link.

Em tempo: O presidente da Câmara, Arthur Lira, voltou de viagem oficial à Itália preocupado com a imagem internacional do Brasil. De acordo com Malu Gaspar n’O Globo, Lira teria ficado “impressionado com o que viu e ouviu a respeito do Brasil” durante encontro de presidentes de parlamentos do G20 na semana passada. Isso o teria convencido a priorizar medidas como a regulamentação do mercado nacional de carbono na Câmara, para ajudar no esforço publicitário do governo Bolsonaro na COP26.


Este conteúdo pode ser republicado livremente em versão online ou impressa. Por favor, mencione a origem do material. Alertamos, no entanto, que muitas das matérias por nós comentadas têm republicação restrita.

Aqui você encontra notícias e informações sobre estudos e pesquisas relacionados à questão do desmatamento. O conteúdo é produzido pela equipe do Instituto ClimaInfo especialmente para o PlenaMata.

Se você gostou dessa nota, clique aqui e assine a Newsletter PlenaMata para receber o boletim completo diário em seu e-mail.