Pequenos produtores do Pará receberão incentivo para reflorestar áreas desmatadas

Áreas desmatadas ou degradadas do bioma Amazônia no Pará terão incentivos para serem reflorestadas.

Áreas desmatadas ou degradadas do bioma Amazônia no Pará terão incentivos para serem reflorestadas. Um programa da empresa norte-americana Amazon e da The Nature Conservancy (TNC) incentivará o plantio de culturas agroflorestais nativas na região. O plano é atingir 20 mil hectares.

Interessados em compensar emissões de carbono também poderão participar. A recuperação ambiental deverá ser associada à produção de base agrológica, segundo matéria publicada pelo Valor Econômico

Nativo da Amazônia, o cacau deve ser um dos principais cultivos para as áreas desmatadas, por ser um importante gerador de renda para os produtores. 

A TNC e a Amazon estimam que pelo menos 100 mil dos 360 mil produtores familiares do Pará, com propriedades de até 400 hectares, poderão participar. Os agricultores receberão assistência técnica e insumos, como sementes, mudas e acesso a crédito.

De acordo com a matéria do Valor, no ano passado as pequenas propriedades foram responsáveis por 33% da área desmatada no Pará, e por 40% nos últimos três anos. A CNN Brasil também comentou a iniciativa da Amazon e da TNC.

Se você gostou dessa nota, clique aqui e assine a Newsletter PlenaMata para receber o boletim completo diário em seu e-mail.